A primeira viagem do bebê é inesquecível, para os pais! Toda a casa precisa caber dentro de uma malinha onde caberiam apenas mamadeira e fralda, na visão dos corujas. Mas não é bem assim, as coisas do bebê não precisam competir com o restante da bagagem; para não haver erro, é interessante classificar o que é mais usado na rotina do seu príncipe ou princesa. 

As coordenadoras do Colégio Itatiaia Priscila Manetta e Giseli Pegoraro dão dicas de como arrumar a mala dos pequenos sem excessos e sem dar falta de algo na última hora. "Faça uma malinha à parte, para que os objetos mais usados estejam sempre à mão (principalmente no trajeto)", orienta Giseli. Para a "listinha" ficar bem organizada, os itens estão separados por categorias: 

Medicamentos (se você está indo para o exterior, é importante ter uma receita do pediatra para os remédios). 

• Antitérmico; 
• Remédio para gases; 
• Termômetro; 
• Remédio para náuseas. 

Esses medicamentos são itens básicos, para imprevistos. Se o pequeno tem algo mais crônico, como alergias e tratamentos, é imprescindível levar o antialérgico e/ou o medicamento de tratamento, indicados pelo pediatra. 

Higiene 

• Fralda (levar um pouco a mais para uma emergência); 
• Pomada contra assadura; 
• Sabonete Líquido (pode ser usado para lavar o corpinho e a cabeça, economizando espaço); 
• Lenços umedecidos; 
• Cotonetes; 
• Repelente; 
• Protetor solar; 
• Trocador portátil; 
• Levar saco plásticos para colocar roupas sujas ou fraldas. 

Alimentação 

• Mamadeira (levar também uma reserva); 
• Papinhas salgadas prontas; 
• Leite em pó; 
• Garrafinha de água; 
• Suco e papinhas de frutas prontas. 

Importante embalar bem e deixar em local que o alimento não estrague ou vaze. Para evitar desconfortos e indigestão, prefira papinhas e frutas mais leves. 

Soninho 

• Chupeta (levar também uma reserva); 
• Manta; 
• CD com músicas que ele está acostumado; 
• Caso seu filho já tenha se apegado a algum objeto para dormir (travesseiro, cobertor, brinquedo), leve junto. 

Na mala principal 

• Roupas de acordo com a estação do ano, considerando três trocas por dia, mas não se esqueça de levar também outras trocas caso o tempo mude; 
• Boné (proteger do sol); 
• Babadores; 
• Toalha de tecido de fralda (dá menos volume na mala); 
• Brinquedos pessoais da criança; 
• Documentos e carteira do convênio médico. 

Como a rotina do bebê é mais exigente em relação a cuidados e horários, é natural que a quantidade de objetos para levar numa viagem seja maior. Mas priorize apenas o essencial para o dia a dia até a volta para casa. Só não se esqueça de uma boa máquina fotográfica para registrar o primeiro passeio em família!